quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Auto-apresentação - Exemplo

Quem acompanha meu blog desde o início, ou já fuçou nas tags de posts anteriores, deve se lembrar que postei algumas formas de auto-apresentação.

Dada a importância do assunto, achei interessante retomá-lo (não que eu tivesse o enterrado!).

Portanto aqui vai uma apresentação um jovem estrangeiro fictício com um nome não-fictício:


(はじ)めまして。

フランツ・シューベルトです。

22歳
さいです。

オーストリアから来(き)ました。

日本語の勉強
べんきょう2年(ねん)(まえ)に始(はじ)めました

趣味(しゅみ)(つ)とスキューバダイビングです。

どうぞよろしくお願(ねが)いします。



Essa frase 2年前に始めました é interessante, pois pode ser usada em N contextos diferentes!

趣味 é pronunciado como o apelido do Schumacher: /'shu.mi/. Sua tradução é "passatempo, hobby".

釣り , /tsu.'ri/, é um substantivo que vem do verbo 釣る釣ります」, "pescar".

Portanto, traduzindo:

"Olá a todos.

Me chamo Franz Schubert.

Tenho 22 anos.

Venho da Áustria.

Comecei o estudo do japonês há 2 anos.

Gosto de pescar e de mergulho Scuba.

É um prazer conhecê-los."


É fácil imaginar o Schubert usando um snorkel, cilindro e pé-de-pato, não é?

Um comentário:

Blodeuwedd, a coruja disse...

Autoapresentação é uma coisa interessante, e me assusta um pouco. Falar de mais ou de menos pode ser um problema na hora da apresentação. Mas fiquei curiosa sobre apelidos. Sei que a maioria das apresentação tem carater formal, mas se duas pessoas do mesmo nivel se apresentam e uma quiser dizer algo como "meu nome é Maruyamashi, mas pode me chamar de Maru", como ele diria? Como se apresentar com um apelido em japonês?