terça-feira, 29 de setembro de 2009

Aviso - De volta a Londrina

Passei o domingo e segunda em São Paulo, motivo pelo qual não houve atualizações do blog.

Mas em breve voltarei com alguns posts!

sábado, 26 de setembro de 2009

今日の画像 - Imagem do dia - 電卓, calculadora ★


電卓

でんたく


/den.''ta.'ku/


電卓を使(つか)ってもいいですか?』

"Posso usar a calculadora?"

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Pré-Intermediário - Adjetivos: 『重たい』 e 『ちっちゃい』

Já que estou escrevendo sobre adjetivos, aqui vão dois:


(おも)たい

ちっちゃい



Para quem é descendente ou já tem um certo convívio com o idioma, são duas palavras familiares! Mas para os demais, aqui vai um exemplo:


『ちょっと重たいね、この
子犬(こいぬ)

『そうね、まだちっちゃいのに。』



O que parecem ser, esses adjetivos?

São apenas versões informais de (おも)e (ちい)さい, respectivamente! Usadas principalmente com crianças e demais situações em que não cabe formalidade.

Quanto ao のに, é o seguinte:

É usado para expressar que determinada característica não é esperada do objeto em questão. No caso, como falamos de um filhote de cachorro, não se espera que ele seja pesado, mas é.

Bom, traduzindo:

"Um pouco pesado esse cachorrinho, hein?"

"Arram, apesar de pequeno!"


Pré-Intermediário - Exemplos - Adjetivos: Parece ser...

Continuando com o post de ontem, sobre adjetivos, vamos nos basear em algumas fotos:


O que pode ser dito a respeito desse carinha no mínimo diferente?


面白(おもしろ)そう

"Parece ser engraçado"


(わか)そう


"Parece ser jovem"


Seriam umas opções.
Ou ainda...


『頭(あたま)おかしそう

"Parece ter problema."


Quando se diz 『(あたま)がおかしい, é uma maneira cômica de dizer que a pessoa tem problemas mentais, mas sem nenhum sentido ofensivo.

E quanto ao senhor Tosaka, de 74 anos, que ganhou o concurso de fisiculturismo da categoria "mais de 70 anos"?


元気(げんき)そう

"Parece saudável"


(つよ)そう


"Parece forte"


(こわ)そう


"Cara de bravo"

E assim por diante.

Reparem que, se o adjetivo em questão for da forma な, como é o caso de 元気, basta acrescentar o そう, sem alteração como os demais.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Pré-Intermediário - Adjetivos: Parece ser horrível!

Quando você escuta "culinária japonesa", o que logo vem a sua cabeça?

Provavelmente "Sushi!", "Sukiyaki!", "Sashimi!" seriam algumas das respostas mais comuns, certo?

Mas por que não:

納豆(なっとう)!』?

Pra quem não conhece, o tal do "nattō" é nada menos que soja fermentada. Tem um aroma muito bom... para espantar maus espíritos!

Apesar disso, é nutritivo, e há alguns doidos como eu que gostam desse troço pegajoso! Mas enfim, não estou aqui para discutir gostos, e sim para voltar a falar sobre adjetivos.

Mas se você me perguntar por que comecei o post falando do nosso amigo nattō, é pelo seguinte: peço que veja a foto abaixo e pense em algum adjetivo que expresse o que achou.


Sim, é pão de forma com nattō! Não não, não pensem que eu como isso de manhã, apenas retirei de um site (até porque sinceramente eu não encararia um desjejum desses não)!

Mas e aí, o que veio à cabeça?

Muito provavelmente, um nihonjin diria:

『ゲッ、まずそう!』

Se traduzido pelo sentido, seria algo como:

"Ugh, que nojo!"

Mas originalmente, foi utilizado o adjetivoまずい, /ma.'zui/, na sua forma conjugada.

Ora, por que conjugada? Bom, você só diz que algo está ruim (horrível, no caso) depois que tiver sentido o gosto, correto?

Então, por esse motivo, você faz a seguinte alteração:


まずい』 - 『』 + 『そう



まずそう


Esta formaそう serve para expressar sua opinião pessoal sobre algo que você apenas viu, mas ainda não constatou.

De fato, o pão com nattō tem cara de ser ruim, mas quem sabe... não, deve ser ruim mesmo.

Bom, esta foi só a introdução desse tópico, logo postarei alguns exemplos!

Ultimamente as atualizações andam meio devagar... mas não por falta de ânimo, e sim de tempo!

Respondendo a perguntas - 『あのな』

Bom, como comentei, a leitora Yuki perguntou como se usa a letra no final de frases, portanto vou tentar exemplificar!

Acredito que você, Yuki, tenha se referido à maneira que o povo de Kansai fala. Há um outro modo de usar o no final, na forma de proibição, como em:


『今(いま)(はな)!』

"Não converse agora!"


Mas creio que você se referiu a casos como:


『あの、さっき、学校(がっこう)から帰(かえ )ってる時(とき)

(へん)なおじさんを見(み)たんや。』



Para quem está acostumado com o nihongo padrão, aquele falado na capital Tóquio e na forma culta de um modo geral, esta frase deve soar bem estranha! De fato, o regionalismo do pessoal da região de Osaka é MUITO diferente do padrão, e exige um bom tempo de adaptação até que se consiga entender tudo com naturalidade.

Eu aprendi através da TV, pois muitos comediantes, incluindo a minha dupla favorita Down Town, eram da região de Kansai (Osaka é uma cidade da região de Kansai, ok?), e eles não abriam mão do sotaque de origem (o que eu, particularmente, achava muito bom).

Se eu for tentar explicar um pouco como "funciona" esse regionalismo, chamado
関西弁(かんさいべん), serão necessários alguns vários posts, mas por ora vou me limitar ao uso do 『な』, como do exemplo, ok?

Nesse caso, é muito simples: ele substitui o . Isso é usado de maneira natural, tanto entre homens quanto mulheres, adultos ou crianças. Claro que, se a situação for formal, aí não é muito bem-vindo dizer, por exemplo, あのなno lugar deあのね, mas fora isso, é a maneira padrão com que os Kansai-jin se comunicam.

No final, o 見たんや é nada mais que uma variação de 見たんだ, também uma das mais comuns no 関西弁.

Traduzindo a frase, portanto:


"Olha, quando eu tava voltando da escola, vi um cara esquisito!"


Outro exemplo:


『鳩山(はとやま)総理大臣(そうりだいじん)の奥(おく)さんってちょっと変(か)わった人(ひと)?』

"A mulher do primeiro-ministro Hatoyama é uma pessoa um pouco diferente, não?"


Se você não leu o post recente sobre ela, clique aqui.


Espero que tenha entendido um pouco sobre esse detalhe, é só vê-lo como uma versão regional do tão utilizado!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

今日の画像 - Imagem do dia - 楽器, Instrumento ★


楽器

がっき


/ga.'kki/


『オーケストラで使(つか)われる楽器とてつもなく(たか)い。』

"Os instrumentos usados em orquestras são absurdamente caros."


Cuidado com o 『っ』 , pois sem ele, vira 『ガキ』, que é "moleque"!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Respondendo a perguntas - 『都道府県』

O assíduo leitor Akira me perguntou a respeito de algo interessante: a denominação das províncias japonesas.

Ao todos são 47 delas, mas há quatro sufixos, digamos assim, que as designam. A Wikipédia chama cada província de "prefeitura", mas eu particularmente acho meio estranho.

Enfim, os quatro são:(と)』 『(どう)』 『(ふ)』 『(けん)』, e estes inclusive formam a palavra 都道府県.

Nunca havia me dado conta, mas eles estão em ordem crescente de províncias registradas, como veremos abaixo.

Oé um kanji que designa "capital", e por este motivo, só a província de Tóquio ganha este sufixo:


東京(とうきょう)


Com, que também é lido como みち, há só a grande ilha do norte:


北海道(ほっかいどう)


conta com duas províncias:


京都(きょうと)

e

大阪(おおさか)



Mas para, são todas as restantes, 43 províncias! Não vou escrever todas, até porque é mais fácil consultar o oráculo Google, mas alguns exemplos são:

広島(ひろしま)』、『山形(やまがた)』、『栃木(とちぎ)』、『沖縄(おきなわ)』、『和歌山(わかやま)』、『群馬(ぐんま)』、『滋賀(しが)』、『青森(あおもり)』、『秋田(あきた)、『福岡(ふくおか) etc.

Quanto a sua outra pergunta, Akira, sobre

政令(せいれい)指定(してい)都市(とし),

sinceramente eu nunca tinha ouvido falar!

Recorri à minha amiga, que prontamente me deu a resposta:


50万(まん)(にん)以上(いじょう)の市(し)のこと。』

ou seja,

"Diz respeito a cidades com mais de 500 mil pessoas."


E nesse mesmo link, consta a informação de que há 18 delas espalhadas pelo país!

Muito legal saber disso, aprendi algo novo! :)


Já a respeito da diferenciação entre (し)e (ちょ), é bastante simples: 『市』 simboliza "cidade" mesmo, enquanto que 『町』 é mais para localidades menores, como "distritos".

Na Wikipédia em inglês diz que 『市』 está para "city", e 『町』, para "town"!

Consegui esclarecer suas dúvidas?

Qualquer coisa volte a perguntar!


Falando em dúvidas... tenho a dúvida da leitora Yuki, sobre como se usa 『な』 no final de frases, e do Yan, que perguntou como se usa 『したら』, 『すれば』 e 『するなら』!

Como podem perceber, não me esqueço das perguntas, só estou meio apurado pra respondê-las num esquema just-in-time! Mas por favor sejam pacientes! :)

Agora mesmo vou fazer uma prova online pro trainee da Whirpool!

Abraços.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Kanten - Ponto de vista - Okuribito, "As Partidas"

Como disse ontem, nesse último sábado fui assistir ao filmeおくりびと , traduzido para português como "As Partidas".
Na verdade, acredito que essa tradução venha do título em inglês, "Departures". Faz mais sentido, pois 『おくりびと』 vem de(おく)る人(ひと), ou seja, literalmente "Pessoa que envia".

Como não quis recorrer a cópias piratas (aliás, me orgulho de até hoje nunca ter comprado um dvd pirata em toda a minha vida), esperei meses até que o cinema "cult" daqui de Londrina resolvesse colocar em cartaz o vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro de 2008.

E foi inesperado, eu já nem contava mais com isso!

Mas valeu a pena esperar.

Achei extremamente interessante a maneira com que o filme retrata o comportamento nipônico diante de situações fúnebres. Por mais que eu conheça relativamente bem a maneira como os japoneses se portam em determinadas situações, foi praticamente o meu primeiro contato com este aspecto cultural.

Uma das cenas mais marcantes é também uma das mais dolorosas, pois não é sempre que vemos um típico homem de meia-idade, todo conservador e orgulhoso, sucumbir às lágrimas diante da perda da esposa.

Sob o aspecto linguístico, vale a pena observar que, em momento algum as personagens utilizam o verbo (あい)する, por mais que na legenda aparecesse "amar". Ao invés, dizem simplesmente (す), que apesar de ser um simples "gostar", é exatamente a expressão mais usada para demonstrar afeto.

Um detalhe relacionado a isso é que o jovem casal não troca se quer um "selinho" quando ele sai para trabalhar, de manhã.

São comportamentos tipicamente japoneses, em que há tanto zelo pela discrição que são interpretados como "frios" pelos brasileiros, mesmo não sendo o caso!

O filme ainda conta com uma fotografia belíssima, na província de Yamagata, norte do Japão. E como se não bastasse, a música, que pode ser escutada no vídeo abaixo, também tem um papel fundamental na história, que é uma das mais tocantes que tive contato nos últimos anos, sem demagogia.



Recomendo a todos que queiram conhecer um pouco mais sobre as peculiaridades da cultura japonesa, condensadas de maneira majestosa nesta obra realmente merecedora de todos os prêmios que já recebeu e venha a receber.

今日の画像 - Imagem do dia - 煙, Fumaça ★




けむり


/ke.mu.'ri/


『タバコのは肺(はい)がんを引(ひ)き起(お )こす。』

"Fumaça de cigarro causa câncer de pulmão."

domingo, 20 de setembro de 2009

Notícia - Morre autor de Shin-chan

Pois é.

Yoshito Usui, de 51 anos, autor da famosa animação クレヨン新ちゃん, uma das mais populares de sua geração, estava desaparecido desde o dia 11 de setembro, quando saiu de sua residência para uma caminhada.


Infelizmente, ao contrário do cantor brasileiro Belchior, que foi localizado dias depois de desaparecer repentinamente, Usui não teve um final feliz.

O ilustrador foi encontrado morto após ter caído de um penhasco de aproximadamente 120 metros de altura, próximo à cidade de Kasukabe (província de Saitama), onde residia.

Apesar de não ter assistido ao desenho desde que voltei pra cá, em 98, lamento muito sua partida, principalmente pela maneira trágica como ocorreu.

Coincidentemente, ontem fui assistir ao merecidamente premiado filmeおくりびと, que retrata de maneira belíssima a questão da morte no Japão interiorano.

Mas felizmente, a emissora Asahi emitiu nota informando que pretende, "de qualquer maneira", dar continuidade à série!

Assim espero.

sábado, 19 de setembro de 2009

今日の言葉 - 親しい Íntimo, próximo ★★

Voltando com a palavra do dia, vejamos um adjetivo:


親しい

したしい

/shi.ta.'shī/


Exemplos:


『あの人(ひと )とはそんなに親しくないからあまり話(はな)さない。』

"Não tenho muita intimidade com aquela pessoa, então não converso muito."


『本当(ほんとう)親しい友達(ともだち)は5,6人(にんらいしかいないです。』

"Amigos realmente próximos eu tenho apenas uns 5 ou 6."


『小さい頃(ころ)からいとこ親しい関係(かんけい)を持(も)っています。』

"Desde pequeno tenho uma relação próxima com minha prima."

Pré-Intermediário, Intermediário - Comparações com o kanji 『方』 - Verbos

Continuando com o mesmo kanji de , com a leituraほう, vamos ver um jeito semelhante ao 『の方が』, postado recentemente.

A ideia é a mesma, mas ao invés de adjetivos, vamos ver como se usa com verbos.

Vejamos a seguinte situação: o nosso amigo Toshio é um novato em uma empresa e, em um dia qualquer, chega atrasado ao trabalho.

Aí uma colega, que já tem mais tempo na empresa, lhe pergunta:


『どうしたの、トシオ君?』

『いや、雨(あめ)渋滞(じゅうたい)
ひどいのよ。』

『そうね。でもあまり遅(おく)れない方がいいよ。』

『はいはい。』



Bom, o verbo utilizado é 遅れる遅れます, "se atrasar", aqui na forma negativa, ou forma ない.

Como o princípio é o mesmo que com adjetivos, é muito simples deduzir o que a colega está dizendo, não?


"O que houve, Toshio?"

"Ah, por causa da chuva, o congestionamento tá sofrível..."

"Ah sim, mas é melhor não se atrasar muito, tá?"

"Sim, sim."



Agora que parei pra pensar, mas é realmente mais comum ver o verbo conjugado no passado, ou então no presente negativo (como no exemplo)!

Vejamos uns exemplos:


『早(はや)めに(い)った方がいいでしょう。』

"Deve ser melhor ir um pouco mais cedo, não?"


『本当(ほんとう)のことを(い)った方がいいよ。』

melhor dizer a verdade, viu?"


『その色(いろ)(か)えた方がいい。』

melhor trocar essa cor aí."


『現金(げんきん)(はら)った方がいい。』

melhor pagar em dinheiro."


『一人(ひとり)(こ)ないがいいよ。』

melhor não vir sozinho(a), tá?"


Mas claro, também é possível falar sobre o passado:


『もう少(すこ)勉強(べんきょう)した方がよかったね。』

"Seria melhor ter estudado um pouco mais, não?"


『最後までいた方がよかったですか?』

"Seria melhor ter ficado até o final?"

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Curiosidade - Origem do nome Camry

Curiosidade do dia:

O que o luxuoso sedã Camry, da Toyota,


tem a ver com o (かんむり ), adorno usado por políticos e militares do antigo Japão (e Oriente em geral)?


Muito simples: o nome.

"Camry" vem da romanização e "estilização", digamos assim, de かんむり.

Mas por quê?

Porque o かんむり é visto como uma versão oriental da coroa utilizada por reis europeus.

Sendo o Camry um carro superior ao Corolla, quiseram dar um nome que remetesse à nobreza.

Mas como "Kanmuri" não seria NADA atraente em termos comerciais, ocidentalizaram o termo para "Camry".

Legal, não? Sabiam dessa?

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Notícia - Mulher do novo primeiro ministro do Japão, Miyuki Hatoyama

Tudo indica que a nova primeira-dama japonesa, Miyuki Hatoyama, é meio Dilma lelé. No mínimo, um pouco doidinha (qual a diferença?).

Navegando pelo site da BBC, me deparo com algumas frases de sua autoria:


"Enquanto dormia, minha alma voou em um OVNI de formato triangular até Vênus."

"Era um lugar belíssimo e todo verde."


Ainda comentou sobre um suposto encontro com Tom Cruise:


"Ele foi japonês em sua vida passada, e nós já estivemos juntos.
Por isso, quando eu o vir, direi
'Oi, há quanto tempo!' e ele entenderá imediatamente."


Fiquei intrigado e pesquisei em nihongo. Encontrei basicamente as mesmas citações:


『宇宙(うちゅう)(じん)誘拐(ゆうかい)されて金星(きんせい)に行(い)った』

"Fui sequestrada por alienígenas e fui para Vênus."


『私(わたし)はトムクルーズが前世(ぜんせい)で日本人だったと知(し)っている』

"Eu sei que, na encarnação anterior, Tom Cruise foi japonês."


『太陽(たいよう)ちぎって(た)べている』


"Rasgo o Sol e o como."


Esta última parece se referir ao hábito matinal de Miyuki, que diz "comer o Sol" para adquirir energia.

Bom... não sei se quando ela se encontrar com Tom Cruise, ele vai de fato reconhecê-la.

Mas levando em consideração que ele é defensor ferrenho da bizarríssima Cientologia... é certo que as conversas serão no mínimo... medonhas.


Fontes: BBC News e 時事ドットコム

Antônimos - Canhoto x Destro

Exemplo clássico de antônimos:


左利き ↔ 右利き

ひだりきき /hi.da.'ri_ki.'ki/ ↔ みぎきき /mi.'gi_ki.'ki/


Duas frases, apenas:

『ベンジャミン・フランクリンは左利きだったそうですね。』

"Dizem que Benjamin Franklin era canhoto, não?"


『僕(ぼく)のクラスはみんな右利きです。』

"Todos da minha sala são destros."

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Pré-Intermediário - Comparações com o kanji 『方』

Recentemente postei o kanji ~方, então aproveitando, hoje gostaria de falar sobre um outro meio de utilizá-lo.

Tem a ver com o post sobre comparações, utilizandoより~.

Para quem se lembra, coloquei a frase:


アルゼンチン人(じん)はマラドーナはペレよりうまかったと言(い)います。』


Ela pode ser reescrita, sem muita alteração, desta maneira:


『アルゼンチン人はマラドンナの方がうまかったと言います。』


Mas aqui, ao contrário do post supracitado, não é lido como かた, e sim como:

ほう

Não há como traduzir literalmente esta palavrinha, portanto é mais fácil entender pelo contexto mesmo. Bom, se eu disse que o sentido da frase não é muito alterado, deduz-se que é usado para comparação também, certo?

Certo.

Mas com a diferença de que o nome do Pelé não foi citado. Apesar de, para nós brasileiros, ficar evidente com quem Dieguito está sendo comparado, a frase por si só não deixa claro.

Para isso, poderia ser inserido, por exemplo:


『アルゼンチン人は、ペレと比(くら)べて、マラドンナの方がうまかったといいます。』


Utilizei o verbo比べる比べます』, que é "comparar", na sua forma て.

Mas para simplificar, vamos supor que o contexto anterior à frase já citava o nome do rei, eliminando a necessidade deste verbo.

E é justamente nesses casos, onde um dos objetos sendo comparado está implícito, que se emprega esta expressão

~の方が~

ou melhor:

『(Sujeito)+ の方が + (Adjetivo)』


Então voltando à frase anterior,


『アルゼンチン人はマラドンナの方がうまかったと言います。』

"Os argentinos dizem que o Maradonna foi melhor."


Não confundir com superlativo! Aqui não é "o" melhor (apesar disso ser uma verdade incontestável para os hermanos), "mais (algo) ".

Exemplos:

『兄(あに)の方が(せ)が高(たか)い。』

"Meu irmão (mais velho) é mais alto."


『赤(あか)いフェラーリの方がカッコいい。』

"A Ferrari vermelha é mais 'massa'."


『金鋪(かなしき)先生(せんせい)の方が(きび)しい。』

"A professora Kanashiki é mais rigorosa."


『イギリスの英語(えいご)の方がきれい。』

"O inglês britânico é mais bonito,"


『日本のリングの方が(こわ)い。』

"'O Chamado' do Japão dá mais medo."


『お前(まえ)の方が音痴(おんち)!』

"Você é mais desafinado!"

今日の画像 - Imagem do dia - Fantasma, 幽霊 ★

Homenagem ao falecido Patrick Swayze:


幽霊

ゆうれい


/'yū.rē/


『亡(な)くなった夫(おっと)幽霊

"Fantasma do marido falecido"

Intermediário - Conjugação verbal: ~なくてもいい

Vejamos o seguinte diálogo informal, possivelmente entre dois familiares:


『あぁ、よかった、明日(あした)は日(にち)曜日(ようび)だから(はたら)かなくてもいい。』

『うん、でも論文(ろんぶん)は?』

心配(しんぱい)しなくていいよ、すぐ終(お)わるから。』



Vamos ver os verbos:

働きます』, "trabalhar"

e

心配します, "se preocupar"


Mas eles se encontram conjugados!
O que acontece é basicamente o seguinte:


働きます

働かない
働かない』 - 『ない』 + 『なくて

働かなくて』 + 『

働かなくても


Da mesma maneira,
します

しない

しなくても



Mas é importante observar que, no diálogo, omiti a partícula ! Isto porque quando a situação é informal, como o caso, ela se torna facultativa.

Epa, mas pra que serve essa conjugação?

Simples: para dizer que algo não precisa ser feito.

O diálogo traduzido fica:


"Ufa que bom, amanhã é domingo, então não preciso trabalhar."

"Hmm, mas e sua tese?"

"Não precisa se preocupar, porque logo termino!"



Exemplos:

『今日(きょう)、女性(じょせい)の方(かた)(はら)わなくてもいいです。』

"Hoje as mulheres não precisam pagar."


『あの人(ひと)はうるさいから(よ)ばなくていいよ。』


"Aquela pessoa é chata, então não precisa chamá-la."


『ただの映画(えいが)だから(な)かなくてもいいよ。』


"É só um filme, então não precisa chorar!"


『まだ時間(じかん)ありますから(はし)らなくてもいいですよ。』

"Ainda temos tempo, então não precisamos correr."


『耳(みみ)(とお)くないからそう(さけ)ばなくていいよ!』


"Não sou surdo, então não precisa gritar assim!"

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

今日の画像 - Imagem do dia - Telhado, 屋根 ★

Sabem de uma coisa? Enjoei de postar só profissões!

Vamos diversificar um pouco, não?


屋根

やね


/'ya.ne/


『日本(しき)の屋根』


"Telhado de estilo japonês"

Pré-Intermediário - Analisando o kanji 『~方』

Hoje gostaria de falar sobre um kanji bastante versátil, digamos, e simples de usar:


~方(かた)


/ka.'ta/


Pode ser utilizado para identificar alguma pessoa, como emこの方(かた) e também para comparar duas coisas, como emあの方(ほう).

Mas hoje quero focar em um outro jeito de usá-lo.

Vejamos um diálogo entre dois estudantes de nihongo:


『この漢字(かんじ)(よ)み方、わかる?』

『いや、(か)き方はわかるけど、読み方は、、、。』


Aparecem dois verbos:


読みます, "ler"

e

書きます
, "escrever"


Ambos estão combinados com o kanji em questão, que aqui significa "jeito" de fazer algo.

Portanto, traduzindo:


"Você sabe como se lê esse kanji?"

"Hmm... sei como se escreve, mas como se lê..."


Sim, é pouco provável que se saiba escrever ser saber ler um kanji, mas enfim!

Aqui vão outros exemplos, bem simples:


『プリンターの使(つか)い方

"O jeito de usar a impressora"


『卵(たまご)(や)(つく)り方

"O jeito de fazer ovo frito"


『女性(じょせい)(すわ)り方

"O jeito das mulheres sentarem"


『哲学(てつがく)(しゃ)(かんがえ方

"O jeito de pensar dos filósofos"


『練習(れんしゅう)し方

"O jeito de treinar"


『箱(はこ)(あ)け方

"O jeito de abrir a caixa"


『ギターの(ひ)き方

"O jeito de tocar violão"


Como se pode ver, é possível usar este kanji com a maioria dos verbos. A para facilitar a vida, a regrinha é bastante simples:

(Verbo na forma ます) - ます + 方


Iniciantes - Classificadores numéricos; parte 5: 1個、2個、3個

Pergunta: o que uma bola de tênis e um morango têm em comum?

Uma pergunta meio sem sentido, mas cá entre nós a resposta pode ser bastante simples: são contados com o mesmo classificador numérico, que é o , lido simplesmente como .

A regra é bastante simples: use para contar coisas tangíveis e pequenas, como por exemplo uma borracha, uma pedra, um botão, uma bala, um grão de arroz...

Ah, posso usar pra contar insetos, então?

Não. Para insetos e animais é utilizado o(ひき), que pode até ser o próximo classificador que irei postar.

Vejamos então como fica de 1 a 10:

1 いっこ /'i.kko/

2 にこ /'ni.ko/

3 さんこ /'san.ko/

4 よんこ /'yon.ko/

5 ごこ /'go.ko/

6 ろっこ /'ro.kko/

7 ななこ /na.''na.'ko/

8 はっこ /'ha.kko/

9 きゅうこ /'kyū.ko/


10 じゅっこ /'ju.kko/


É relativamente simples, pois a leitura de não varia, é sempre .

Criando um exemplo meio estranho:


『テニスボールを5個といちごを3個ください。』

"5 bolas de tênis e 3 morangos, por favor."


Outros mais normais:

7個の銀色(ぎんいろ)のボタン』

"7 botões prateados"


18個の青(あお)りんご』

"18 maçãs verdes"


4個のやわらかい消(け)しゴム』

"4 borrachas macias"


394個の米(こめつぶ)

"394 grãos de arroz (cru)"


6個のチェリー』


"6 cerejas"


Caso você esteja em dúvida se não errei ao escrever青りんご pra "maçã verde", já que 『あお』 é a cor azul, relaxe. Por mais estranho que pareça, está certo sim, e em breve explicarei porquê!

sábado, 12 de setembro de 2009

Respondendo a perguntas - O uso da expressão 『別に』,

O leitor Marcus Aurelius disse estar com dúvida quanto à expressão 別に, e de fato é um pouco chato entender o seu significado em algumas frases!

Vou tentar explicar através de exemplos, ok?

Vejamos:

Suponha que duas pessoas, que podem ser pai e filho, estão em uma banca de jornal, e o pai pergunta:


『何(なに)か欲(ほ)しい?』

"Quer alguma coisa?"

『ううん、別に。』

"Não, nada."


Neste caso, o 『別に』 serve apenas para não dar uma resposta muito direta, para que não soe ríspido. De certo modo, demonstra certa indiferença quanto aos produtos expostos, como que dizendo:

"Não, só estou olhando mesmo."


Outra situação:

A namorada pergunta para o namorado, que está com um olhar distante:


『どうしたの?』

"O que houve?"

『いや、別に。』


"Nada não."


Aqui, além de dizer que não há nada de errado, tem o leve sentido de:

"Ã? Por que está perguntando isso?"

Porque se disser:

『いや、何(なに)も。』

Soa como:

"NADA."

Ou seja, parece mais o típico "bico" que na verdade quer dizer "TUDO".


Outro exemplo:

Alguém que morou no Japão recebe uma pergunta sobre o idioma, mas não sabe responder e diz:


『日本に住(す)んだからって別に日本語が全部(ぜんぶ)わかるとは言(い)えない。』

"Não é porque morei no Japão que posso dizer que entendo tudo em japonês."


Aqui é um pouco diferente dos dois exemplos anteriores. Tem o sentido de "exatamente", ou seja, que não quer dizer exatamente que ele (ou ela) entende tudo do idioma (que inclusive é o meu caso!).


Outra situação:

Dois colegas acabam de chegar na escola e um deles diz:


『しまった!数学(すうがく)教科書(きょうかしょ)を忘(わす)れた! 』

"Putz! Esqueci meu livro de matemática!"

『あぁ、でも別に問題(もんだい)ないよ。今日(きょう)は使(つか)わないから。』

"Ah, mas não tem problema não. Porque hoje não vamos usar."


Aqui, poderia até ser omitido, mas digamos que sua presença suaviza um pouco a reação, justamente para tranquilizar o colega esquecido.


Ou então em uma reunião, o chefe pergunta para os participantes:


『みなさん、他(ほか)に何(なに)か?』

"Pessoal, algo mais?"

『いいえ、別に。』

"Não, mais nada."


Se a resposta fosse simplesmente いいえ。』, poderia soar como uma resposta impaciente por parte do subordinado, o que com certeza não é uma boa.

Bom, espero ter conseguido clarear pelo menos um pouco o sentido da expressão!

Como desconheço uma maneira exata de explicar o seu uso, pretendo ir criando mais exemplos que a utilizem, ok? :)

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

今日の言葉 - Palavra do dia - Especialmente ★★

Ufa, hoje consegui tempo até para postar a palavra do dia!
Aqui vai:


特に

とくに

/'to.ku_ni/


Trata-se de um advérbio.

Exemplos:

『スポーツは特にバスケとサッカーが好(す)きです。』

"Entre os esportes, gosto especialmente de basquete e futebol."


『フランス語(ご)特に発音(はつおん)が美(うつく)しいです。』

"A pronúncia do francês é especialmente bela."


『宮島(みやじま)の鳥居(とりい)が特にきれいでした。』

"O torī de Miyajima foi especialmente bonito."


Aliás vou ver se encontro uma foto do torii, que eu mesmo tirei em...

...putz, 1994?!

今日の画像 - Imagem do dia - 俳優, ator ★


俳優

はいゆう


/hai.'yū/


『ブラジルでも有名(ゆうめい)俳優

"Ator famoso também no Brasil"

Pré-Intermediário - こいつ

Hoje gostaria de falar sobre uma maneira informal, e até um pouco grosseira, de se referir a alguém.

Geralmente dizemos この人(ひと)para "esta pessoa", certo? Ou então
この方( かた)』, se for uma situação mais formal.

Mas pode-se dizer também:


こいつ

/'koi.tsu/



Seria algo como "este cara".

Quem é ligado à música dos Beatles, deve se lembrar da faixa intitulada "This boy", de 1963 (não que eu já tivesse nascido quando ela foi lançada, por favor!) . No Japão, ela foi lançada justamente sob o títuloこいつ.

Para quem quiser escutá-la, aliás, aqui vai o clipe:



Bom, da mesma maneira que há その人, あの人 e どの人, existem そいつ, あいつ e どいつ.

どいつ, aliás, tem a mesma pronúncia que Alemanha, ドイツ(que vem de Deutschland mesmo).

Mas lembrando que embora existam determinados ambientes em que essas palavras se encaixam perfeitamente, como em treinos esportivos, lutas e afins, nem sempre é aconselhável usá-las!

Porém, é comum que os pais se refiram aos filhos homens usando こいつ, sem necessariamente estar bravo ou nervoso. Pelo contrário, até expressa carinho, justamente por demonstrar que há intimidade na relação pai-filho.

Exemplo:


こいつはすごいですよ、テストはいつも満点(まんてんで!』

"Este aqui é impressionante, sempre tirando 100 nas provas!"

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Respondendo a perguntas - 真

Sobre o kanji de verdade, , recebi a seguinte pergunta de um leitor anônimo:


"Posso dizer真おもしろい?"


Bom, a resposta é não, não é bem assim que devemos usar este kanji!

Se quiser dizer "interessante de verdade", que acredito que tenha sido a intenção do(a) leitor(a), há pelo menos duas maneiras:


本当(ほんとう)おもしろい』


E mais formalmente,


(じつ)おもしろい』


Interessante que lá no próprio post citei a palavra de verdade,


真実(しんじつ),


certo?

Pois então, essa palavra 実に é um sinônimo de 本当に. Faz sentido, não faz?

Claro que há outras maneiras de dizer, mas as mais "oficiais" seriam essas, acredito!

Bom, com licença, fiz o post às pressas porque tenho que sair mesmo! :)

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Antônimos - 晴天 x 悪天

Fazia um tempo que não escrevia antônimos, não?
Então hoje vai um que tem tudo a ver com o tempo atual:


晴天せいてん) ↔ 悪天あくてん


『サンパウロは昨日(きのう)に続(つづ)けて悪天です。』

"São Paulo continua com mau tempo, desde ontem."


『明日(あした)は久(ひさ)しぶりに晴天の日(ひ)になるそうですよ。』

"Parece que amanhã vai fazer tempo bom, depois de muito tempo."


A segunda frase é meramente hipotética! Consultem a meteorologia, por favor! :)

今日の言葉 - Palavra do dia - 楽, Fácil, tranquilo ★★

Depois de uma terça sem atualizações, vejamos a palavra do dia:




らく

/ra.'ku/


Trata-se de um adjetivo, naturalmente da forma な!


Exemplos:

『政治家(せいじか)はいいね、仕事(しごと)で給料(きゅうりょう)は高(たか)くて。』

"Que bom ser político, não? O trabalho é mole e o salário é alto."


『車(くるま)で行(い)くのはだけど、バスより高いね。』

"Ir de carro é fácil, mas mais caro que ônibus, né?"


『ボルトは楽な(かお)で200メートル走(そう)を優勝(ゆうしょう)したね。』

"O Bot venceu a corrida de 200 metros com uma cara de tranquilidade, não?"