sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Brasileiro condenado no Japão

Lembram-se do caso de atropelamento que ocorreu em fevereiro desse ano, em Nagoya, envolvendo brasileiros?

Para quem não lembra, aqui estão as palavras do juiz, ao ler a sentença dada ao acusado Fabrício Rocha, de 27 anos:


「被告(ひこく)は無免許(むめんきょ)で車(くるま)を運転(うんてん)し、時速(じそく)(やく)120キロもの速度(そくど)で赤信号(あかしんごう)の交差点(こうさてん)に進入(しんにゅう)した。対向車(たいこうしゃ)との衝突(しょうとつ)を避(さ)けようと急(きゅう)ブレーキをかけたところ車が制御(せいぎょ)不能(ふのう)となり、歩道上(ほどうじょう)にいた男女(だんじょ)3人を約40メートル先(さき)まではね飛(と)ばして死亡(しぼう)させたのにその場(ば)から逃(に)げ去(さ)った」

Fonte: 日本経済新聞.

Alguns termos:

被告: Acusado; 免許: Habilitação; 運転する: Dirigir; 赤信号: Sinal vermelho; 交差点: Cruzamento; 衝突: Colisão; 歩道; Calçada; 死亡: Morte; 逃げ去る: Fugir, abandonar o local.


Traduzindo:

"O acusado dirigia sem habilitação, e atravessou o sinal vermelho de um cruzamento a uma velocidade de 120 km/h. Na tentativa de evitar colisão com o veículo que vinha no sentindo oposto, pisou no freio subitamente, mas perdeu o controle do carro e atropelou 3 pessoas que estavam na calçada. As vítimas foram arremessadas a uma distância de aproximadamente 40 metros e morreram na hora. Na sequência, o acusado fugiu."


Bom, eu não sou jornalista para exprimir uma opinião inteligente, que faça as pessoas refletirem. Até porque o sentimento de revolta que eu sinto, ao ler casos como esse, deve ser o mesmo para qualquer pessoa com um mínimo de civilidade.

Não vejo problema algum em um brasileiro não-descendente se casar com uma nikkei e tentar ganhar a vida no Japão, mas ir para lá com o mesmo comportamento e mentalidade que tinha no Brasil, e por cima causar fatalidades como essa... é imperdoável. Não é à toa que brasileiros são vistos cada vez mais como "transgressores em potencial", e sua entrada ao país fica cada vez mais difícil.

Como eu já disse, enquanto estive no Japão, sempre preferi ocultar minha identidade brasileira, exceto em raras ocasiões em que não tinha como passar por nativo. Não existe nenhuma hostilidade declarada por parte das pessoas, e talvez fosse uma preocupação desnecessária da minha parte, mas lembrei de acontecimentos como esse, me coloquei no lugar deles e pensei: "Eu não veria os brasileiros com bons olhos".

Ah, só para constar: esse assassino Fabrício foi condenado a 23 anos de prisão em regime fechado. Sabem o que isso significa, até onde eu sei? Que ele vai de fato passar 276 meses preso, encarcerado, detido, e não liberado em menos de 10 anos, como seria no Brasil. Pois é, para o azar desse infeliz, a justiça do Japão - como a maioria das coisas de lá - funciona.

Ê orgulho de ser brasileiro, não?

8 comentários:

ariel disse...

そうね!私はいつもブラジルはダメと言ってるけど、母はブラジルはいい国だと言っている。フフフ…

Luma Perrete disse...

Bom, acho que você sabe a minha opinião em relação a isso.
No seu lugar, eu não teria vergonha de dizer que sou brasileira, porque tenho sim muito orgulho disso. Acho que seria uma ótima oportunidade pra mostrar que nem todo brasileiro é ruim (aliás, todos os meus amigos são super gente boa, educados e de caráter). Mesmo porque não dá pra ficar generalizando, culpando um todo por causa do que alguns poucos fazem. Da mesma forma que um japonês não gostaria de ser associado com os estereótipos que existem, um brasileiro também não.
E quem é sensato sabe disso. E quem é preconceituoso... bem, com esses não adianta nem perder o tempo, porque dificilmente a visão de quem tem mente fechada irá mudar. Não tem coisas que eu deteste mais do que qualquer tipo de preconceito.
E quem tem que ter vergonha é quem é preconceituoso, não quem sofre o preconceito. Enfim, é isso =)

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Aonde assino esse post? é perfeito, fala muito do sentimento que temos ao ver esse tipo de barbaridade ocorrer por aqui. Pena que é algo frequente, é raro o dia que a gente não abre o jornal e tá lá uma notícia bem ruim envolvendo brasileiros.
Dai o povo fala: ah, mas é preconceito, é discriminação. Mas só quem está ou esteve aqui sabe o panorama real da situação.

Excelente post!

Amor incondicional disse...

Sempre acompanhei seu blog e para mim era nota 100, mas a partir do seu comentario sobre os brasileiros, senti preconceito de sua parte, e me pego pensando o seu grau de preconceito com relação aos brasileiros.
Você pode ser neto de japones, mas de verdade e brasileiro, e por mais que voce queira isso nunca podera ser mudado.
Se você tem vergonha de ser brasileiro não deveria estar ai.
Este crime pode ter sido cometido por um brasileiro não descendente, mas a grande parte dos crimes são cometidos por descendentes como você, então se envergonhe da sua descendencia tambem.
Graças a Deus existem muitos brasileiros aqui que me faz ter orgulho de ser brasileira, e mostram ao povo japones que nem todos somos iguais, e que existe brasileiros descentes.
Esperava que vocE por ter dominio do idioma podessse se mostrar diferente e ajudar a defender a moral daqueles que merecem, mas dizendo que esconde so me lamentar.
Não defendo o rapaz ele foi totalmente errado, e no meu julgamento a pena ainda e pouca, mas generalizar a coisa e imperdoavel.
So para você saber a uns meses atras japoneses cometeram um assalto se passando por brasileiros, isso sim e um ato de vergonha dessa raça que se acha superior, mas no fim são iguais ou ainda piores que nos.
Espero ver sua opinião sobre meu comentario ate

☆ Renata ☆ disse...

Concordo plenamente!

Carla disse...

Quero ver se virar lá dentro agora. Você já viu essa matéria falando sobre o sistema carcerário do Japão?
http://www.jornaltribuna.com.br/opiniao.php?id_materia=14219

Espero que, pelo menos assim, o cara acorde e veja que as coisas no Japão são bem diferentes do Brasil.

Anônimo disse...

(ir para lá com o mesmo comportamento e mentalidade que tinha no Brasil)
Copiei uma parte do seu texto , qual axei muito importante
O povo brasileiro tem uma cultura e um tipo de educacao bem diferente do povo japones.

Apartir do momento que decidem sair do seu pais de origem, oque devem em primeiro lugar e aprender um pouco sobre a cultura do pais qual vao explorar
respeitar a cultura
e tentarmos ter a educacao mais proxima desse povo para podermos ter uma boa integracao no pais.

Axo ridiculo ver tantos brasileiros no japao a anos e nao saberem se virar pra nada.
Fora os que acham q os japoneses teem a obrigacao de falar portugues ou entender oque um brasileiro esta falando.

Aqui nao eh o nosso pais !!
Nao podemos obrigar que aprendam nossas lingua e integrarmos nossas leis num pais que nao eh nosso

NOS(descendentes ou nao descendentes) devemos nos esforcar para se integrar nesse povo

Assim como eles se esforcaram ,( meus pais ,avos e bisavos )
Se esforcaram no nosso pais aprendendo a lingua portuguesa,foram cacados na guerra e ate torturados os quais nao sabiam falar portugues

Sorte nossa que nessa epoca nao ha issu...

Paises , teem regras cada um com suas regras ,
uns mais liberais outros mais radicais
isso e oq muda um pais do outro
e FAZ o PAIS

Me pergunto como seria se todos extrangeiros (nao generalizando o povo brasileiro )mas de varios paises nw obedecem as regras e leis do japao

O Japao estaria a mesma baderna q hj o Brasil esta.

Regras, Leis foram criadas para o bem do povo.
Foram feitas para ser cumpridas

Anônimo disse...

De verdade eu entendo o por que das pessoas pensarem mal dos brasileiros, pois eles aqui no brasil as vezes são discriminados tambem, e cruelmente, entendo a indignação por isso, até eu que sou brasileira moro no brasil sinto raiva e vergonha disso. Por que respeitar uma nação que se acha melhor que as outras?
Mas é simples dizer que , não são todos os brasileiros que são ruins e preconceituosos, não é justo generalizar todos. Não estou falando a favor só por ser brasileira, mas isso acontece em qualquer nação, onde tem gente bem educada sempre tem gente mal educada e preconceituosa. Eu gosto de japoneses tenho muitas curiosidades sobre essa nação mais até do que a minha própria.