quinta-feira, 26 de março de 2009

Kanten (観点、かんてん)- Ponto de vista - Educação

Quem tem oportunidade de cursar o Ensino Fundamental e Médio em escolas particulares, aqui no Brasil, pode se considerar privilegiado.

Aparentemente uma afirmação óbvia, visto que a mensalidade em escolas "top" beiram o absurdo, mesmo numa cidade interiorana como Londrina.

Mas se você parar pra pensar que o que amplifica essa sensação de privilégio é a diferença abismal que existe entre escolas particulares e públicas, aí a coisa muda.

Por mais difícil que fosse (financeiramente), meus pais sempre deram um jeito para que eu continuasse estudando em escolas privadas, o que foi ótimo. Com exceção de um período de 5 anos que frequentei escola pública... no Japão.

De maneira curta e grossa: o ensino público japonês é melhor que o ensino privado brasileiro.

Essa afirmação, ao contrário da primeira, não é nada óbvia. É assustadora. E verdadeira.

Decidi entrar nessa questão da educação pelo seguinte: muitos brasileiros vão para o Japão, seja como turista, dekassegui, bandido... enfim. Mas quantas dessas pessoas chegam a frequentar uma escola pública (entende-se: nada bilingue) por lá e chegam a conhecer por dentro o sistema de ensino do país?

Então minha idéia é tentar passar um pouco do que vivi nas escolas japonesas, para que se tenha uma noção de como a educação deles funciona.

Não tenho a pretensão de que isso mude algo para melhor. Seria bom, mas deixemos os pensamentos utópicos de lado.

Será apenas para expor um pouco da cultura japonesa.

Vou escrever em partes, talvez em capítulos... A definir ainda.

Um comentário:

Carol disse...

"Quem tem oportunidade de cursar o Ensino Fundamental e Médio em escolas particulares, aqui no Brasil, pode se considerar privilegiado."

Bom, não estudei em uma escola no exterior (ainda), mas creio que a questão da educação brasileira, seja em relação ao Japão ou a outro país de primeiro mundo, se deve a NÃO PRIORIDADE que o governo concede a mesma!

Curiosamente.. a maior parte do meu ensino fundamental foi feito em escola particular.. e por coincidência ou não.. tinha muitas influências japonesas..ehehe.. um exemplo: PROGRAMA 5S ! Conhece né? ... hehe.. então acho que entendo o queres dizer a respeito do valor que o ensino tem para eles.. porém, mais uma vez não podemos generalizar.. há muitas escolas públicas brasileiras muito boas (federais em sua maioria.. falando do ensino médio), mas certamente seriam EXCELENTES.. se a educação ocupasse o mesmo grau de IMPORTÂNCIA para o Brasil.

< Desabafo de uma professora de música! >

Carol Marilyn.