quarta-feira, 27 de maio de 2009

O Ministério da Saúde adverte: Cálculo Diferencial causa problemas psíquicos.

Um professor da Universidade Takushaku, da capital Tóquio, foi preso hoje sob acusação de indecência pública.

Segundo a delegacia local, o acusado expôs suas partes íntimas para três garotas de 12 anos que voltavam da escola. Elas então ligaram para a escola, que por sua vez fez denúncia à polícia.

De acordo com a análise, o professor alegou:

"Minha monografia não está progredindo, o que me estressou".

Segundo fontes, ele ministra aulas de matemática para o departamento de engenharia, e está fazendo pesquisa no campo de equações de derivadas parciais.


É...
Se ele fosse professor de inglês, por exemplo, eu não veria sentido.
Mas vamos dar uma colher de chá porque ele estuda algo altamente nocivo.

Link: goo news.

3 comentários:

Aileen Nakamura disse...

Hahaha, esses japoneses... tipo o cantor do SMAP lá que ficou bêbado e andou peladinho nas ruas, hahaha. Mas o nível de stress era diferente, claro.

Curioso que elas recorreram à escola, né? Essa responsabilidade da escola sobre o aluno é muito massa, coisa que por aqui não acontece. =/

Soro disse...

Creio que a ação dele não deve ter rendido muito para a monografia de qualquer forma =/

Gabriel disse...

Hahaha é...
Mas talvez na cadeia ele tenha mais tempo pra pensar na monografia!