domingo, 21 de junho de 2009

Curiosidade - Tecnologia a favor das mulheres japonesas

Alguma idéia do que pode ser o dispositivo abaixo?


Bom, eu também não teria idéia se não tivesse descoberto por acaso.

Trata-se de um aparelho chamado 音姫, Otohime (traduzido literalmente, "Princesa do som"), que tem uma função no mínimo curiosa. Pelo menos para nós brasileiros que não estamos tão acostumados em ver tecnologia até dentro do... banheiro.

Banheiro?! Isso, banheiro.

De uma maneira bem simples, o Otohime, que parece ser conhecido por grande parte do público feminino japonês, funciona como um abafador dos incômodos porém inevitáveis barulhos produzidos durante o uso do sanitário. Como? Muito simples: ele reproduz um ruído de água corrente durante 25 segundos, tempo que, segundo uma pesquisa detalhada, é suficiente para que o "número 1" seja feito com tranquilidade.

Deixando de lado o aspecto supérfluo da tecnologia que caberia perfeitamente na sessão "Ciência Maluca" da revista Superinteressante, há um lado ecológico também.

Dizem que, antes do lançamento da "Princesa", muitas mulheres recorriam à descarga dupla para abafar os sons em banheiros públicos, "técnica" que desperdiçava cerca de 10 a 15 litros d'água (quantidade aproximada de uma única descarga) por uso.

Segundo a fabricante TOTO, a instalação de 1516 dispositivos em 43 estabelecimentos contribuiu com uma redução de 64 milhões de ienes (aproximadamente 1,3 milhões de reais) no consumo anual de água.

Isso não deixa de ser bom, mas não é meio assustador pensar que algo tão banal para as mulheres de outros países incomoda tanto assim as japonesas?

Menos mal que elas vivem em um país rico, pois se fossem esperar esse luxo no Brasil, onde banheiro público que tem papel higiênico é tão comum quanto político honesto... coitadas!

Links: aqui e aqui.

2 comentários:

Mariana N. Mortari disse...

Hahaha, que invencao legal e a sua ironia no texto deu o acabamento a historia
abracos

Aileen disse...

Hahaha, eu lembro de terem comentado sobre esse troço outro dia numa roda de amigos... Quanta bobeira, fazer barulho é a coisa mais natural do mundo, afinal, todos fazem. xD
E gostei, o nome Otohime é um tanto quanto irônico.