sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Pré-Intermediário, Intermediário - 『あげます x もらいます x くれます』

あげます x もらいます x ます


Quem já estudou pelo menos um dos verbos acima sabe que é um negócio meio chatinho. Bom, talvez nem tanto, vamos ver?

Sem conotações pejorativas, por favor! Os verbos são, respectivamente, "dar", "receber" e "dar" de novo.

Acho que o ますé mesmo o mais fácil de exemplificar:


『ラブラドールにえさをあげました。』

"Dei ração para o labrador."


A questão é: e se for o contrário? Se invertermos o sujeito, como se o cachorro estivesse dizendo:


"Meu dono me deu ração."


Se for seguida a lógica do português, a frase fica:


『主人(しゅじん)ぼくにえさをあげました。』


Mas assim está totalmente errado.

Aí que entra o tal do ます』 ! Deve ser usado quando o sujeito da frase é uma terceira pessoa:


『主人がえさをくれました。』


Isto quando o grau de formalidade não é muito alto, ok? Porque se for, a história muda de novo!

Ah sim, reparem que nem escreviぼく, já que o próprio verbo deixa claro que é alguma ação para mim, sem qualquer outra possibilidade!

Quer dizer que é facultativo? Não. É até errado dizer ぼくにくれました neste caso, pois fica redundante! Economize palavras, tire o 『ぼくに』.

Quanto ao もらいます, é bastante simples:


『クリスマスに、戦争(せんそう)についての本(ほん)を4冊(さつ)もらいました。』

"No Natal, ganhei 4 livros sobre guerra."


Aqui não tem erro, pois se o sujeito da frase é "eu", o uso de もらいます é obrigatório.

Mas e se eu quiser usarくれますpra dizer a mesma coisa? Bom, aí precisa especificar o sujeito:


おじがクリスマスに戦争の本を4冊くれました。』

"Meu tio me deu 4 livros de guerra no Natal."


Não é difícil, é?

Agora, o que fazer se quisermos falar sobre terceiros, em situações em que "eu" não participo? Por exemplo, como dizer:


"O taxista deu um cacto para o ator."


Sim, o exemplo é esdrúxulo, justamente pra sair do feijão com arroz.

Bom, neste caso, como "eu" não estou envolvido, não há como usar o 『くれます』:


『タクシー運転(うんてん)(しゅ)が俳優(はいゆう)さぼてんをあげました。』


Ok? Falem sério, vocês não esperavam aprender a palavra "cacto" em nihongo!

Ah sim, esqueci de um detalhe quanto ao もらいます! É quanto ao uso de 『から』 ou 『』 antes dele.

Vejamos na frase abaixo:


『大学(だいがく)から奨学(しょうがく)(きん)もらいました。』

"Ganhei uma bolsa de estudos da universidade."


Ela está correta com から, mas se trocarmos por , fica estranho. Não soa natural.

Mas se fosse uma pessoa e não uma universidade, aí seria facultativo!

E é esta a regrinha: se for alguma entidade, como escola, igreja, hospital, governo etc., deve-se usar から, mas se for uma pessoa, tanto faz!

Ufa, ficou meio longo, não?

Mas isso foi só o começo.

Um comentário:

Marcus Aurelius disse...

Muito útil mesmo :-)

Esse é o tipo de coisa que, pelo menos pra mim, tenho que aprender várias vezes, com explicações diferentes, até absorver o conteúdo...

O engraçado é que, apesar de não ter um bom nível de japonês, eu já conhecia a palavra cacto por causa de um jogo, haha.