quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Intermediário - 『でもあります』

Estive em São Paulo nesse último final de semana. Não que isso seja algo extraordinário, mas consegui contextualizar essa rápida viagem com a seguinte frase:


『サンパウロは危険(きけん)で混雑(こんざつ)していますが、

文化(ぶんか)(てき)にとても(ゆた)かな(まち)でもあります。』



Bom, vejamos por partes:

危険, /ki.'ken/, é a versão formal de危ない, /a.bu.'nai/, "perigoso".

混雑, /'kon.za.tsu/, する é "congestionar", mas não necessariamente só o trânsito, pode se referir à cidade como um todo.

Ah, vale lembrar que aparece a partícula no meio para fazer a ligação entre as duas características!

文化, /'bun.ka/, é "cultura", e quando é adicionado , passa a ser "culturalmente".

豊か, /''yu.ta.'ka/, significa "rico", mas não financeiramente, e sim de outros valores, como no caso, cultura.

Tudo bem até aqui? Mas o que eu queria ressaltar na frase, na verdade, é でもあります. Pelo seguinte: でも não é a conjunção adversativa "mas"?

Por exemplo,


『中国(ちゅうごく)でサソリを食(た)べてみました。でもおいしくなかったです。』

"Experimentei escorpião na China. Mas não era bom."


Aliás tenho um grande amigo que está de viagem marcada pra lá, com medo de comer carnes "exóticas" sem saber do que se trata.

Ah, mas eu não experimentei escorpião não.

...e nem estive na China. Ainda.

Mas voltando à questão doでも, fica evidente que na frase sobre Sampa, o uso é bem diferente, certo? Numa tradução literal, でもあります ficaria "mas há", o que não tem sentido.

Nesse caso, bom, não é difícil deduzir o significado pelo contexto, eu acho. Afinal, a primeira oração fala do lado negativo da cidade, enquanto a segunda diz que é uma cidade culturalmente rica... também.

Sim, oでもありますdesempenha o papel de "também é":


"São Paulo é perigosa e congestionada,
mas também é uma cidade muito rica, culturalmente."



Capiche?

Gramaticalmente falando, o que acontece é o seguinte: esseé, na verdade, o mesmo que aparece antes na frase, depois de 『危険』. é o velho conhecido "também", e あります é um です "disfarçado", por assim dizer.

Por exemplo, 『ぼくはモンゴル人(じん)であります, "Sou mongol", é equivalente a 『ぼくはモンゴル人です, mas não soa muito natural.

Outro exemplo, então:


『トリュフはすごく珍(めずら)しいきのこです。

それに非常(ひじょう)高級(こうきゅう)な食材(しょくざい)でもあります。』


"A trufa é um cogumelo muito raro.

Além disso, é também um alimento extremamente fino."


Não concordam?

Tá, eu também nunca provei, mas sei que é fino! :)

3 comentários:

Caruso disse...

Gabriel, não precisa publicar este comentário!! Pode RECUSAR, mas só para te dar um toque: モンゴル人 em português, se diz MONGOL e não MONGOLÊS. Valeu!

Gabriel disse...

Hahaha valeu, Caruso!

Na verdade, eu até pensei, na hora... "Será que é assim mesmo?", mas acho que fiquei com preguiça de checar.

Pessoalmente, acho feio o termo "mongol", acho que por isso "criei" o termo.

Valeu pela correção!

Abraço!

TON disse...

Escorpião vai de boa...
Dogao da China que não rola

Abraço