sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Apuração da Quiz Nº3 - Keigo, a forma polida.

Vamos ver o resultado da Quiz Nº3?

A pergunta foi:


"Qual seria a tradução mais próxima de 『色(いろ)を選(えら)ばさせて頂(いただ)いてももよろしいでしょうか?』?"


A opção correta seria a última,


"Será que eu poderia tomar a liberdade de escolher a cor?"


E foi novamente a mais votada (17 dos 24 votos).

Mas será que todo mundo que acertou realmente entende essa forma de pedir permissão para algo? Vejamos.

A questão principal, talvez, é a conjugação do verbo(えら)選びます; no caso, está 『選ばさせて』, que é bem diferente da simples forma て,選んで.

Esta formaさせてtem basicamente duas utilidades, sendo uma delas "fazer com que alguém faça algo", ou seja, obrigar! Exemplo:


『遊(あそ)ぶ前(まえ)に、子(こ)どもらに宿題(しゅくだい)を全部(ぜんぶ)やらさせた。』

"Antes de brincar, mandei as crianças fazerem toda a lição de casa."


Aqui, o verbo 『やる・やります』 virou 『やらせる・やらせます.

A segunda utilidade, que tem relação direta com a frase em questão, é de "pedir permissão":


『もう一度(いちど)(かんが)えさせてください。』

"Deixe-me pensar mais uma vez, por favor."


Como diferenciar uma da outra? Esta segunda está na forma て: o verbo 考える考えますvira 『考えさせる・考えさせます, que por sua vez vira 『考えさせて.

Complicado? Um pouco, talvez. Mas é tudo questão de costume!


Pulando para(いただ)いても, este verbo頂く頂きますdeve soar um tanto quanto familiar; sim, é mesmo de いただきます, dito antes de começar uma refeição. Daí é fácil gravar: tem o sentido de "receber" algo, geralmente valioso.


Por último, temos oよろしいでしょうか?』, que é versão mais formal de 『よろしいですか?』 ou simplesmenteいいですか?』.

Em outras palavras, a frase toda cheia de adornos seria equivalente a:


『色を選んでもいいですか?』


É, este é um exemplo de como o 敬語(けいご), a tal da forma polida, pode complicar a vida de um estudante de japonês. Mas, se serve de consolo, isto é complicado até mesmo para eles!

5 comentários:

Roberto disse...

Esse é o tipo de frase que mata o tradutor. No português, a gente não usa tanto gueri-gueri. O nosso formal seria "Poderia escolher eu mesmo a cor?" "Permita-me escolher a cor" estaria no limite da frescuragem, né? Mas, enfim, no japonês é normal. Eu uso muito o させていただきたい nos pedidos de entrevista. "Gostaria de ter a permissão..."

Anônimo disse...

Boa explicação! Keigo é uma das partes que eu acho mais difícil do nihongô!

Tasukarimassu!^^

Rodrigo Tancik disse...

Não acredito,a frase que eu levei um bom tempo pra traduzir era o msm que 『色を選んでもいいですか?』 ?
Deus do céu... shausuahsuas

Valeu pelo post Gabriel san !

Anônimo disse...

ótimo post, no início eu achava o Keigo muito difícil, mas agora to me acostumando...Obs: na frase de exemplo você escreveu "kodomora"(crianças)essa palavra existe mesmo?nesse caso o "ra" faz a função de plural tipo em "karera"?
é isso....valeu!

Marcus Aurelius disse...

Uma das várias coisas que estava me atrapalhando era o "sase". Do jeito que eu tinha aprendido, seria 選ばせる/選ばせて, mas daí eu achei um site que explica que é a mesma coisa com o "sa" a mais (pra mim fica até mais claro assim).